3.3.08

Arquitetura piauiense:manifestações iniciais.



A arquitetura é um produto resultante da relação do homem com o seu meio e para isto ele vai criar ou adaptar soluções próprias à sua realidade local.

As residências coloniais piauienses possuiam paredes de adobe ou pedra, utilizando-se carnaúbas nas estruturas dos seus telhados, lajotas cerâmicas, pés direitos altos, paredes internas de meia-altura, peitoris nas varandas, puxados, pátios internos. As Igrejas ,por sua vez, eram simples e sóbrias, com linhas puras, sem derramamentos plásticos. Assim é a produção arquitetônica do Piauí durante os séculos XVIII e XIX.

As primeiras igrejas piauienses são simples, rústicas, despojadas, sóbrias, com frontispícios limpos. Influenciadas pela arquitetura jesuítica, são um retrato do era a vida no Piauí durante essa época: são edificações com soluções técnicas e estéticas básicas. Uma concepção totalmente diversa do que estava sendo produzido em outras regiões brasileiras, como em Minas Gerais, por exemplo.



2 comentários:

Borges disse...

olá arquiteta Kaki. Veja o que o Brasil faz pela arquitetura. Na rua Hugo Napoleão em José de Freitas tem um casarão lindo e construído por quem entendia. Mas a pérola está desabando por falta de cuidados. veja a matéira e as fotos no

portala4.com

Valeu,
Pedro Borges

allan disse...

parabens pelo belo trabalho de arquiteta e professora