22.10.09

Lançamento do livro/ caderno Arquitetura Piauiense


Casario em Amarante. Desenho: Valério Araújo.




Casa eclética em Piaracuruca. Desenho: Bruno Andrade.


Será feito o lançamento do livro/caderno Arquitetura Piauiense e a bertura da exposição que divulgará a obra, no dia 27 de outubro, às 17h, no Auditório do Centro de Tecnologia da UFPI, no campus Ministro Petrônio Portela, em Teresina.

A proposta do livro é trabalhar com o resgate arquitetônico de edifícios de várias tipologias e estilos arquitetônicos que vão da arquitetura jesuítica encontrada em Oeiras, passando pela arquitetura eclética, neoclássica, moderna e contemporânea.


A arquitetura é tratada através da valorização tipológica (arquitetura civil, religiosa, institucional), bem como, através de uma seqüência cronológica/estilística.

A pesquisa resultou em um levantamento gráfico e textual sobre edificios que abrangem os municípios históricos piauienses visitados pelo Grupo de pesquisa Amigos do Patrimônio Cultural, coordenado por mim, entre eles: Campinas do Piaui, Oeiras,Amarante, Teresina, Campo Maior,Piracuruca e Parnaiba.

O objetivo deste livro é o de realizar um trabalho de educação patrimonial, papel que cabe a nós, pesquisadores, alunos e professores da UFPI , que desenvolvemos em sala de aula, trabalhando o tripé ensino/pesquisa/extensão.

As questões institucionais legais de preservação devem ser geridas pelos órgão competentes federal (IPHAN), estadual (FUNDAC) e municipal (Fund,cultural Mons.Chaves). A UFPI, como instituição de ensino, deve estudar as manifestações culturais, apontando caminhos para a preservação da mesma, através de ações como esta, que é a de educar a população no sentido desta valorizar e preservar a sua identidade cultural.

Tivemos o apoio da UFPI, através da PREX/CAC(PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO) , da ASCOM(ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO), de toda a equipe da Gráfica da UFPI, e do CREA/PI


Inicialmente a exposição que acompanha o lançamento do livro ficará em Teresina, no CT/UFPI e depois circulará pelos campi da UFPI, iniciando por Parnaiba, passando posteriormente por Floriano, Picos e Bom Jesus.

O trabalho foi coordenado pela prof.dra. Alcilia Afonso (Kaki), com a colaboração de coleta da aluna Michele de Moraes, revisão de Samara Veloso, e a participação fundamental de uma equipe composta por Lídia Moura Fé, e dos alunos Roosevelt Cavalcanti, Ana Negreiros, Andreza Diniz, Antônio Luís (Maloca), Bruno Andrade, Cezar Marco, Claúdia Evangelista, Danielle Dantas, Elayne Macedo, Emanuel Castelo Branco,Felippe Fabrício, Fernanda Leitão, Iago Tavares, Jéssica Gualter, Jorge Oliveira,José Hamilton, Juliana Silva, Juliana Soares, Júlio Afonso, Laerte Reis, Laila Cadah,Letícia Gomes, Lívia Macêdo, Manuela Castro, Mariely Ibiapina, Michele de Moraes,Neuza Melo, Nestor de Castro, Raphael Prado, Roosevelt Cavalcanti, Samara Veloso, Suellen Martins, Valério Araújo, Vennícius Emanuel.

3 comentários:

clarissa borges disse...

Parabéns, Kaki e alunos, pelo belo trabalho de resgate e valorização
do nosso patrimônio arquitetônico.

O livro será comercializado? Quero adquirir um exemplar.

Clarissa Borges, arquiteta

Alcilia Afonso( kaki) disse...

vai ser sim :podes encontrá-lo na livraria da ufpi, ao lado da biblioteca.
abs

Anônimo disse...

Brilhante trabalho, Kaki. Parabéns ! Beijos. Lídia Moura Fé.